Vencendo os obstáculos das constantes “disrupções”​ da era digital

10 fev 2020

A maioria das empresas que está em meio a projetos de transformação digital ainda percebe um ambiente nebuloso, principalmente em relação aos seus resultados. Complexidade, ausência de conhecimento e falta de recursos são as causas mais apontadas. Apostar em novas tecnologias pode ser assustador, especialmente com orçamentos apertados, mas alocar uma pequena parte do orçamento para uma abordagem mais arriscada pode fazer uma enorme diferença. Não há nada errado nas abordagens de “teste e comprove”, mas não há nada mais eficiente ou eficaz se não se reservar tempo e dinheiro para elas.

A velocidade com que as pessoas buscam, analisam e decidem está cada vez maior. A facilidade de identificar problemas, benefícios, comparar preços, especificações técnicas, avaliar competências, experiências, compartilhar “achados”, tudo através de interações móveis e imediatas tem destruído cadeias de valor de grandes empresas que foram desenvolvidas para serem perenes. Entretanto, os métodos atuais não são mais o caminho natural para se determinar a proposta de valor ao cliente, a metodologia está ultrapassada, os processos de negócio padrões não atendem mais a revolução que está batendo à sua porta.

As empresas que entenderem a jornada do cliente e adotarem a experiência móvel de maneira séria, eficaz e personalizada, terão sucesso na retenção. A fim de capturar essas oportunidades, desafios e barreiras precisam ser ultrapassados através da capacitação de times alocados em projetos de inovação, da preparação dos colaboradores de forma geral para entender e apoiar a transformação, do desenvolvimento e implantação de uma infraestrutura de tecnologia capaz de suportar as novas soluções disponíveis, além da implementação de uma organização de gestão fortemente participativa.

Com objetivo de eliminar o ambiente nebuloso dessas novas tecnologias, é importante que as empresas analisem tendências e avaliem seu potencial de mercado com os produtos e serviços atuais e futuros. Para isso, existem ferramentas especialistas que ajudam no processo de pesquisa da demanda e oferecem guias para entender a jornada do cliente. Com este mapa de novas oportunidades que a transformação digital apresenta, as empresas têm em mãos a decisão de fazer parte da mudança e permanecer agregando valor aos clientes, ou então ser coadjuvante e apostar contra os novos entrantes e startups que já nasceram digitais.

As empresas precisam tomar as rédeas da sua própria transformação. Muito mais que tecnologia, é fundamental avaliar o mercado, analisar tendências, desenhar a nova cadeia de valor, identificar as novas demandas do cliente, preparar e empoderar times para projetos de inovação, rever conceitos de gestão e colocar em prática uma nova organização que não só atenda, mas exceda as expectativas deste novo mundo digital.